Primeiro dia em Barcelos, sons dos concertos de Putan Club e Iguanas

Aconteceu tudo ontem no Palco Taina do qual seleccionámos dois concertos para vos trazer o som: Iguanas e Putan Club.
Ali no Taina encontrámos o Fábio da Lovers, Makoto Yagyu de Riding Pânico, Tiago Martins de Surveillance que acompanha Sequin, a Carmo da Maleta, e muito mais malta. Já cá estamos todos!

Iguanas
Concerto com 1 tonelada de insólito e “cheira a cocó”: os músicos apresentaram-se em palco soltos e apoiados por um largo grupo de fãs.
Tivémos em palco Leonardo Bindilatti no computador em dança faz-daikiri-sensation, Lourenço Crespo na voz falsete-autoajuda e máquinas, e Maria na voz caliente e ofegação toráxica.
Foi bonito ver o público a dançar como pôde e sabia, em amor.

Iguanas ao vivo no Milhões de Festa 2014 [download]

Putan Club
Projecto de François R. Cambuzat de L’Enfance Rouge e Gianna Greco de Itália.
Espectáculo de narrativa noise, em que o ritmo em contratempo alternou com um andamento mais atmosférico. Cambuzat colocou-se em frente à mesa de som, recebendo o som do PA como se fosse a munição de palco, enquanto Greco se dispôs em frente ao palco, ambos cá em baixo no meio do público, agarrando uma rede de ruído que ora nos puxava para um lado ou para o outro do recinto.
Foi incrível a forma como os artistas combinaram a actuação, pois não se viam. Cambuzat pedia insistentemente para subir o som, com o seu jeito francês, fazendo um gesto circular e olhando para o chão, tipo, “não tás a ver que não há limite para o ruído?” – obviamente o som estava no prego.
Greco, compenetrada, ou até mesmo em transe, agitava o baixo como se de um ceptro de druída se tratasse.

Putan Club ao vivo no Milhões de Festa 2014 [download]