Noite Africana no Bartô do Chapitô – Domingo 9 *23:00 – Entrada livre!

02 DOM NOV 23.00h
entrada livre
( Cabo-Verde)


CONCERTO NHÓ EUGÉNIO, O MESTRE DA CIMBOA
BATUCADEIRAS DE CABO-VERDE
AFRO-BAILE CELESTE MARIPOSA

CONCERTO NHÓ EUGÉNIO, O MESTRE DA CIMBOA
O especialista da cimboa, é uma autoridade de Chão de Junco, uma das localidades do interior do Tarrafal de Santiago. A cimboa é um instrumento musical originário de Cabo Verde. Trata-se de um cordofone friccionado que era tradicionalmente utilizado para acompanhar as danças de batuque. O uso deste instrumento é considerado extinto, sendo Nhó Eugénio uma das três pessoas no mundo que ainda tocam este instrumento. Este concerto é um acontecimento ímpar na música lusófona e na história da musicologia.

BATUCADEIRAS DE CABO-VERDE
Característico da ilha de Santiago – Cabo Verde, o Batuque é a mais antiga manifestação cultural de Cabo Verde.
Reprimido e proibido durante a colonização, por ser considerado ofensivo da boa moral, o batuque oferece-nos um prisma único por onde se filtra a própria História de Cabo Verde.

CELESTE MARIPOSA
Portugal, Angola,Guiné, Moçambique, S. Tomé ou Cabo-Verde como território mestiço
intermédio/equivalente. É uma celebração assumida do nosso Afro-Baile
suado, que brota no meio das pessoas que bailam livres. “Tanta pressa
em abrir os ouvidos para o exterior. Neste caso, a galinha da vizinha
põe menos ovos.”
– Libertação?
Isso mesmo. E sem espinhas.